Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
25/04/18 às 21h47 - Atualizado em 30/10/18 às 15h19

HRGu promove Dia de Segurança do Paciente

COMPARTILHAR

 

 

O Hospital Regional do Guará (HRGu) promoveu, nesta quarta-feira (25), no auditório da unidade, um evento alusivo ao mês de Segurança do Paciente, com o tema “Paciente seguro, servidor seguro”. Mais de 200 profissionais participaram das ações que ocorreram pela manhã e a tarde na unidade.

 

O objetivo foi reforçar as seis metas internacionais de segurança do paciente, buscando aumentar a adesão dos profissionais de saúde na iniciativa.

 

De forma lúdica, as atividades envolveram os servidores no jogo das seis metas. No evento, o Núcleo de Segurança do Paciente ganhou até super-herói: a Super Metas.

 

Pela manhã, foi mostrado o trabalho e informações importantes do Núcleo de Qualidade e Segurança do Paciente do HRGu, principalmente os pontos levantados no dia-a-dia do profissional, como risco de quedas e administração de materiais.

 

Presente no evento, e responsável por um painel, a superintendente da Região de Saúde Centro-Sul, Moema Campos, falou sobre a Comissão de Qualidade e Segurança do Paciente, mostrando o conjunto de ações da região. Segundo ela, nada pode ser feito isoladamente.

 

“A comissão quer estar junto e ouvir os atores envolvidos. Nosso papel, além de unirmos as áreas em torno de um bem e objetivo comuns, é o de acompanhar lado a lado o trabalho dos colegas, estar presente não apenas em reuniões, mas também nas unidades que gerenciamos. É muito complicado na Saúde você tirar profissionais da ponta para estar conosco, então, iremos até lá”, finalizou.

 

A tarde foi reservada para o jogo da seis metas e técnicas aplicadas, como a prática de higienização das mãos, que é essencial.

 

Francisca Salviano, servidora no ambulatório do HRGu, elogiou a iniciativa. “A interação nos jogos ajuda na fixação dos conceitos. Precisamos continuar melhorando o que ainda não está bom, mas estamos caminhando no rumo certo”, declarou.

 

O evento foi encerrado ao som de “Seis pacitos”, paródia da música “Despacito” para as seis metas internacionais de segurança do paciente.

 

TEXTO: Érika Bragança, da Agência Saúde