Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/06/16 às 21h39 - Atualizado em 30/10/18 às 15h15

HRT receberá gestantes do Hospital Regional de Samambaia por 13 dias

COMPARTILHAR

Esquema foi montado para evitar desatenção em razão de atestados médicos de neonatologistas

BRASÍLIA (03/06/16) – A Superintendência da Região Sudoeste de Saúde montou um esquema para absorver a demanda de partos do Hospital de Samambaia, que ficará por 13 dias ( 3 a 16/6), sem poder fazer partos por falta de neonatologistas, afastados por atestado médico.

“Temos 12 neonatologistas no Hospital Regional de Samambaia, porém seis estão de atestado médico, totalizando 160 horas. Assim, não fecharia a escala e o atendimento ficaria prejudicado. Diante disso, resolvemos, em reunião, transferir esses sete profissionais restantes para Taguatinga e concentrar o atendimento no HRT”, explica a superintendente da região, Lucilene Florêncio.

Diante da situação, todas as gestantes em trabalho de parto serão encaminhadas para o HRT. Haverá transporte disponível para este encaminhamento de uma região para outra. “Fizemos uma movimentação e conseguimos aumentar a quantidade de leitos na maternidade, de 30 para 40”, completa Lucilene.

Segundo a superintendente, a demanda que o HRT não conseguir absorver, já há pacto para encaminhamento aos hospitais do Gama, Santa Maria e Materno Infantil.

As pacientes de ginecologia e as gestantes com menos de cinco meses de gravidez atendidas no HRT, por sua vez, serão atendidas no Hospital de Samambaia.