Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/06/20 às 9h00 - Atualizado em 1/06/20 às 9h57

Imagem do Samu durante a pandemia é aprovada por 82% dos servidores

COMPARTILHAR

Pesquisa foi realizada com cerca de 300 profissionais do setor

 

LEANDRO CIPRIANO, DA AGÊNCIA SAÚDE

 

Foto: Breno Esaki/Agência Saúde

Em tempos de coronavírus, saber como os profissionais de saúde estão se sentindo é parte fundamental para melhorar os processos de trabalho. Neste aspecto, uma pesquisa de satisfação respondida de forma voluntária por 300 servidores do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) trouxe um resultado interessante: 82% deles estão satisfeitos ou muito satisfeitos com a imagem do Samu no cenário da pandemia.

 

“Nossa resposta foi muito positiva. Em meio às preocupações gerais dos servidores com relação a adoecimento ou outras questões, eles sabem que temos feito de tudo para garantir que o trabalho de todos seja feito da forma mais segura e eficiente possível durante a pandemia”, afirmou o diretor do Samu, Alexandre Garcia.

 

Conforme o levantamento, 58% dos servidores que se voluntariaram para responder o questionário consideraram estar satisfeitos e 24% deles muito satisfeitos com a imagem do Samu neste momento.

 

A pesquisa incluiu ao todo 31 perguntas, entre elas, se os profissionais já tiveram contato com algum paciente com Covid-19 (52% responderam que sim) e se eles recomendariam o serviço do Samu para algum amigo ou familiar que necessitasse de atendimento de saúde, cuja resposta foi 100% positiva entre os entrevistados.

 

Na avaliação da coordenadora da pesquisa e chefe do Núcleo de Educação do Samu, Letícea Moraes, os resultados mostram o impacto positivo do trabalho realizado pelo seu setor e os chefes de Núcleos de Atendimento Pré- hospitalar (APH) junto aos servidores.

 

“Vimos que a maioria está satisfeita ou muito satisfeita com outros quesitos também, como apoio recebido pelo supervisor (86%), orientações sobre a Covid-19 (86%), viabilidade de paramentação (81%), privacidade do paciente (82%), humanização no atendimento (88%), o que mostra um alto grau de aprovação das ações”, ressalta Letícea Moraes.

 

LEVANTAMENTO – A pesquisa foi realizada no Parque de Apoio, no dia 5 de maio, durante a testagem em massa para detectar Covid-19 feita em 421 servidores do Complexo Regulador do Distrito Federal (CRDF), 400 deles sendo do Samu. Na ocasião, cerca de 300 deles decidiram responder ao questionário.

 

Das categorias profissionais que participaram da pesquisa, 44% foram técnicos em enfermagem, 23% condutores, 19% enfermeiros, 11% médicos, 1% psicólogo, 1% assistente social e 1% técnico administrativo.

Leia também...