Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/08/19 às 11h30 - Atualizado em 9/08/19 às 16h41

Jornada de Cuidados Paliativos se encerra nesta sexta-feira (9)

COMPARTILHAR

Serviço é essencial para melhorar a qualidade de vida de pacientes

 

Encerra-se, nesta sexta-feira (9), a IV Jornada de Cuidados Paliativos do Hospital de Base (HB). Desde ontem (8), profissionais de saúde e estudantes aprofundam discussões sobre a filosofia e a atuação em cuidados paliativos, área que trata da assistência a pacientes com graves doenças que ameaçam a vida. O evento é promovido pelo HB, em parceria com outras instituições, na Faculdade de Ciências da Saúde, da Universidade de Brasília (UnB).

 

“Sabemos da importância de se debater esse tema, porque o Hospital de Base é referência em atendimento de pacientes oncológicos que precisam desse serviço. Por isso, nosso compromisso é fomentar esse conhecimento”, destacou o diretor-presidente do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do DF (Iges-DF), Francisco Araújo, durante a abertura das atividades.

 

Elogiando a equipe do Hospital de Base pelo “brilhantismo”, a professora da UnB Paula dos Reis ressaltou a importância do evento e frisou que este é um assunto que merece ter destaque e ser debatido. “É uma honra receber esse evento tão importante na UnB. O tema cuidados paliativos é de fundamental apreço para nós”, completou.

 

De acordo com o subsecretário de Atenção Integral à Saúde, da Secretaria de Saúde, Ricardo Ramos, os cuidados paliativos são essenciais para melhorar as condições de vida dos pacientes, familiares e cuidadores. E, neste sentido, há destaques importantes na rede pública local.  “Esse é o papel do cuidado paliativo e o Hospital de Base está avançando nessa área”, complementou, ao citar o Hospital de Apoio, que também é referência nesse serviço no DF.

 

A programação do evento é diversificada e conta com palestrantes de Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo, que abordam temas como Política de Cuidados Paliativos e suas Diretrizes, Voluntariado Hospitalar e suas Ações, Desafios na Implementação da Hiperdermóclise, Cuidados Paliativos em Doenças Neurológicas, entre outros.

 

Da Agência Saúde, com informações do Iges-DF