Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/12/13 às 15h01 - Atualizado em 30/10/18 às 15h09

Melhora a qualidade do atendimento em São Sebastião

COMPARTILHAR

Foram contratados 182 servidores para a regional de saúde

A coordenação Regional de São Sebastião recebeu este ano, 182 profissionais de diversas áreas da saúde. Com isso, os 160 mil habitantes da região administrativa, condomínios, chácaras e entorno tiveram um reforço no atendimento.

A chegada de mais servidores permitiu a reativação dos programas de Atenção Básica de Saúde, que foram capacitados para atender ao paciente asmático, com Hanseníase, sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional, Práticas Integrativas à Saúde, programa das Cidades Saudáveis e Sustentáveis, além de atualização em curativo, em vacinas, aconselhamento e teste rápido de HIV e Sífilis entre outros.

Atualmente estão ativos no Centro de Saúde os programas: Idoso, Saúde da criança – PAISC, Saúde do Adolescente – PRAIA, Saúde da Mulher – PAISM, Tabagismo, Tuberculose, DST/AIDS, Programa de Atenção e Atendimento às Vítimas de Violência (PAV),Rede Cegonha, Hanseníase, Programa da Asma, Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional – SISVAN, Programa das cidades saudáveis e Sustentáveis,Práticas integrativas de Saúde, Posto de Coleta de Leite Humano – reativação em convênio com o Corpo de Bombeiros do DF, Bolsa Família, Grupo Masculino/ patologias psicológicas, Grupo Osteoporose,Grupo de Saúde Mental e Hipertenso/Diabético.

Para Djanira Soares, 42 anos, moradora do Bosque, em consulta na ginecologia do centro de saúde, “é mais fácil conseguir consultas hoje aqui, antes procurava atendimento no hospital do Paranoá para tudo, fosse emergência ou ambulatorial”.

Cristina de Souza Rocha com 19 anos e moradora do bairro São Francisco, aguardava consulta da sala da mulher “há dois anos faço aqui o meu preventivo, acho que melhorou para marcar as consultas”.

Segundo o coordenador de Saúde da Regional, Marcus Costa, “com a crescente demanda na área de saúde de São Sebastião só está sendo possível atender a comunidade com a chegada dos 182 servidores, que após capacitação e treinamento oferecem um atendimento humanitário e de qualidade para a população”.

Por Marina Ávila, da Agência Saúde DF
Atendimento à imprensa
(61) 3348-2547/2539 e 9862-9226