Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
6/12/17 às 21h38 - Atualizado em 30/10/18 às 15h18

Mostra premia 22 experiências inovadoras do SUS no DF

COMPARTILHAR

Prêmios em dinheiro e certificado de reconhecimento foram entregues nesta quarta-feira (6)

BRASÍLIA (6/12/17) – A palestra do monge Daniel Henry Calmanowitz, do Centro Dharma da Paz, minutos antes da entrega da premiação da I Mostra de Experiências Inovadoras do SUS-DF, levou a plateia à meditação, mas talvez não tenha conseguido controlar a ansiedade de quem estava à espera dos vencedores das sete categorias. Afinal, além do reconhecimento público dos trabalhos, estavam em jogo premiações em dinheiro e viagens.

A cerimônia contou com a participação da trupe Calango Careta, que, de forma descontraída, levou um a um os premiados da mostra até o palco para receberem o cheque e o certificado. Apresentando os resultados, estava o servidor do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios e voluntário da Secretaria de Saúde, o psicólogo José Vanderlei Rolim.

Integrante da Calango Careta

Primeiramente foram entregues os segundo e terceiro lugares de cada categoria, que receberam, respectivamente, R$ 1,5 mil e R$ 1 mil de prêmio. Os premiados receberam o cheque simbólico e o certificado do secretário adjunto de Assistência à Saúde, Daniel Seabra. Os recursos para pagamento do prêmio, doados pela Federação das Indústrias do DF (Fibra), deverão ser utilizados pela equipe responsável pela execução da experiência premiada.

O resultado mais esperado da tarde, portanto, era o de primeiro lugar. Venceram os projetos: Polvo de amor (dos hospitais Materno Infantil, Santa Maria, Asa Norte e Ceilândia); Dicas Samu DF; Cantina terapêutica, do Hospital São Vicente de Paulo; Livro de receitas regionalizado adaptado ao grupo de diabéticos do Cruzeiro Novo; Construção de um modelo para o ciclo do planejamento integrado da Secretaria de Saúde, da Diretoria de Planejamento em Saúde; Reorganização da rede de atenção à saúde de neurologia da Região Norte; e o projeto Receita simples. Todos os primeiros colocados ganharam R$ 1.780 em dinheiro e viagens para até dois membros de cada projeto.

Representantes do projeto Polvo de amor recebem premiação

Ainda houve entrega de um prêmio especial, concedido pelo Centro de Excelência contra a Fome da ONU. Uma banca escolheu, entre as 558 propostas validadas, 68 projetos que mais tinham a ver com o trabalho do centro. O ganhador foi o projeto “Alimentos ultra processados: uma questão de saúde pública”, desenvolvido na Unidade Básica de Saúde 1 de Candangolândia. Os vencedores farão uma viagem para a África do Sul.

HOMENAGEM – Ao final do evento, o secretário de Saúde, Humberto Fonseca, fez uma homenagem a Heloisa Machado, idealizadora da mostra. “Ela colocou o coração nesse projeto e conseguiu motivar toda uma equipe para que essa mostra acontecesse”, disse ele, ressaltando, em seguida, que o evento foi totalmente organizado pelos servidores e patrocinado por parceiros.

A homenageada Heloisa Machado, organizadora da mostra, entre o secretário Humberto Fonseca e o adjunto Daniel Seabra

A mostra fez tanto sucesso que Fonseca cogitou a possibilidade de institucionalizar a experiência. “Queremos mostras semelhantes, inclusive, nas regiões de saúde. “Tivemos aqui 550 trabalhos, nem todos foram premiados, mas poderão nos ajudar. Todos estão de parabéns e merecem nosso reconhecimento “, destacou o secretário.

EVENTO – O encerramento da mostra ficou por conta da SUS Band, formada por servidores da Secretaria de Saúde. Antes disso, porém, ainda teve apresentação da servidora Paola Sobral, cantando Aleluia.

Pela manhã, além das apresentações da mostra competitiva, os presentes puderam acompanhar um painel com o secretário de Saúde, Humberto Fonseca, com o secretário municipal de Saúde de Florianópolis, Carlos Alberto Justo, com o superintendente do Hospital da Criança, Renilson Rehem, e com a superintendente do Hospital Universitário de Brasília, Elza Noronha.

Samu faturou dois prêmios

 

PROJETOS PREMIADOS

Categoria 1: Atenção primária à saúde e vigilância em saúde
1º lugar: Receita simples (UBS Itapoã)
2º lugar: Implantação dos serviços clínicos farmacêuticos na Atenção Primária à Saúde (desenvolvido em 12 UBS)
3º lugar: Probem infantil (UBS 2 – Recanto das Emas)

Categoria 2: Regionalização e conformação das redes de atenção à saúde
1º lugar: Reorganização da rede de atenção à saúde de neurologia da Região Norte
2º lugar: Ambulatório multiprofissional de medicina e enfermagem peri operatório (AMME- Hospital Regional do Gama): Plataforma SUS-DF ao manejo peri operatório seguro e qualificado
3º lugar: Atendimento psicossocial no âmbito da urgência e emergência psicossociais

Categoria 3: Regionalização e aplicação das ferramentas de planejamento
1º lugar: Experiência com a construção de um modelo para o ciclo do planejamento integrado da Secretaria de Estado de Saúde
2º lugar: A contratualização como ferramenta para a implantação da gestão regionalizada na Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal
3º lugar: Criação da comissão de elaboração de instrumentos de contratação

Categoria 4: Participação social
1º lugar: Elaboração do “Livro de Receitas Regionalizado” adaptado ao grupo de diabéticos do Cruzeiro Novo
2º lugar: Oficina verde: manejo da natureza para nutrir a alma e o corpo (Compp)
3º lugar: Implantação do “Plantão Social” na figura dos conselheiros de Saúde

Categoria 5: Gestão do trabalho e da educação em saúde no âmbito do SUS no DF
1º lugar: Cantina terapêutica do Hospital São Vicente de Paulo
2º lugar: Êxito na metodologia utilizada durante a implementação do Converte na Região de Saúde Norte
3º lugar: O despertar para o cuidado na morte e no processo de morrer – Curso de extensão com estudantes da Escs

Categoria 6: Desenvolvimento e aplicação de tecnologias para qualificação da assistência e da gestão do SUS DF
1º lugar: Dicas Samu
2º lugar: Implantação de protocolos e fluxos de trabalho na APS Oeste
3º lugar: Embarcando na segurança do paciente – Hran

Categoria 7: Voluntariado e parcerias com organizações não governamentais
1º lugar: Polvo do amor
2º lugar: Projeto Pet Amigo (Hospital de Apoio)
3º lugar: Projeto social da UTI pediátrica do HRSM

Prêmio especial – viagem para a África do Sul
Projeto Alimentos ultra processados: uma questão de saúde pública (UBS 1 de Candangolândia)
Concedido pelo Centro de Excelência contra a Fome da ONU

Confira mais fotos.

Leia também...