Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
25/07/16 às 16h51 - Atualizado em 30/10/18 às 15h15

Motoristas da SES são homenageados no Dia de São Cristóvão

COMPARTILHAR

Santo é considerado padroeiro dos condutores

BRASÍLIA (25/7/16) – Para homenagear os motoristas da Secretaria de Saúde em razão do Dia de São Cristóvão, considerado o padroeiro dos condutores, foi preparado um encontro com atividades e um café da manhã, nesta segunda-feira (25), no auditório da Secretaria de Saúde.

Realizada pela Gerência de Doenças e Agravos Não-Transmissíveis (Gedant), da Subsecretaria de Vigilância à Saúde (SVS), a ação teve como objetivo alertar os motoristas sobre os riscos no trânsito, bem como a cuidar da saúde.

“A profissão de motorista é muito importante, porque auxilia no transporte dos servidores para realizarem suas atividades cotidianas, bem como transportar pacientes. Por isso, agradecemos pela condução com segurança, esforço, carinho e envolvimento”, disse a Técnica da Área de Vigilância e Prevenção de Acidentes, Janilce Guedes.

A programação começou com a prática integrativa sobre como respirar corretamente para aliviar tensões, já que o trânsito se torna por vezes um ambiente de estresse. “Saber inspirar e expirar ajuda no controle da ansiedade, do nervosismo e da depressão, porque gera oxigenação para o cérebro funcionar adequadamente, resultando no equilíbrio do corpo”, explicou a coordenadora de Yoga, Farah Isabela Ribeiro.

Orientar sobre alimentação saudável foi a segunda tarefa do dia. A nutricionista Sarah Tinoco, da Gerência de Agravos e Doenças não Transmissíveis, afirmou que atualmente as pessoas se alimentam mal e praticam poucos exercícios, o que gera inúmeras complicações como diabetes, pressão alta e obesidade.

“A orientação é evitar alimentos industrializados e processados e optar por alimentos chamados “protetores”, que fazem bem para o corpo. São eles legumes, frutas, verduras e cereais integrais”, informou.

Por fim, foram apresentados vídeos que mostram os perigos do uso do celular ao volante, dirigir em alta velocidade e com o uso do álcool. “Essas situações causam grande risco. As dicas são para que os motoristas estejam sempre com as mãos ao volante, não utilizem o celular para teclar ou receber ligações enquanto estiverem dirigindo e relaxar enquanto estiver parado para evitar o estresse”, citou Janilce Guedes.

Motorista há mais de 30 anos, o condutor Walter Albuquerque, aos 50 anos, conta que trabalha no Parque de Apoio. “Todos somos motoristas e hoje em dia, com tantos acidentes e ocorrências, há a necessidade de reforçar esses alertas para conscientizar ao trato e cuidado no trânsito”, finalizou.