Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/03/15 às 16h40 - Atualizado em 30/10/18 às 15h12

Oncologista recebe homenagem pelos serviços prestados à comunidade

COMPARTILHAR

O médico atende uma vez por semana em Brasília

BRASÍLIA (11/3/15) – O oncologista Fernando Cotait Maluf recebeu, na noite desta terça-feira (10), o prêmio Líbano Eterno, em reconhecimento aos relevantes serviços prestados junto à comunidade libanesa. O prêmio foi entregue pelo secretário de Saúde, João Batista de Sousa, representando o governador do DF, Rodrigo Rollemberg. O jantar foi oferecido por Charbell Haddad, ex-paciente, e a esposa, Nádia Haddad.

Para João Batista de Sousa, o médico Fernando Maluf certamente recebe esta homenagem por que “ele representa o modelo de médico profissional que desejamos formar”. De acordo com o secretário de Saúde, para ser médico não basta ter conhecimento, é preciso ter comprometimento e correr atrás da medicina 24 horas, para ser merecedor do respeito dos pacientes e seus familiares.

“Estamos falando muito nesse momento em consolidação do sistema de saúde no Brasil, em modelo de assistência, modelo de gestão da saúde e, sobretudo, no modelo de formação de profissionais de saúde”, disse João Batista de Sousa, ao destacar a importância da homenagem neste momento.

Durante o jantar, em seu discurso de agradecimento, Fernando Maluf contou que decidiu ser médico aos seis anos de idade e nunca pensou em segunda ou terceira opção. “A minha área, oncologia clínica, me ensinou muitas coisas no cuidado com o paciente e sua família. Aprendi que precisamos tratar o paciente como se ele fosse o único e sempre se colocar no lugar dele para ser um bom médico”, observou.

Ele disse que esse afeto que vai e volta todos os dias é o que o move a realizar a profissão. “Não tem nada mais incrível do que transformar a doença em saúde. Essa é uma ferramenta que exige muita responsabilidade, mas também dá muito gosto”, finalizou Maluf.

PERFIL – Fernando Maluf é doutor em Medicina Oncológica pela Faculdade de Medicina de São Paulo. Atualmente chefia a oncologia clínica do Hospital São José – Beneficência Portuguesa de São Paulo, além de fazer parte da equipe da OncoVida, em Brasília. “Comecei vindo a Brasília para atender um paciente e agora venho uma vez por semana e atendo cerca de 30 pacientes por dia”, destaca o oncologista.

O médico é o idealizador do projeto Perspectivas de Cura do Câncer e pretende implantar um centro integrado de tratamento ao câncer em Brasília, ao lado de colegas de várias especialidades, voltado ao combate da doença.

Esse projeto, que começou há mais de um ano, será um lugar onde cirurgiões, clínicos, radioterapeutas, patologistas, radiologistas, enfermeiras e fisioterapeutas terão um trabalho multidisciplinar. Esse trabalho será integrado, reunindo vários especialistas na tentativa de montar um centro de excelência máxima para o tratamento do câncer, não só para Brasília, mas para o país.

“Acho que essa pujança de Brasília merece um centro de oncologia que orgulhe seus moradores, para que possam se tratar perto de casa”, destacou Malluf.

PRÊMIO – Idealizado pela Confederação das Entidades Líbano-Brasileiras (organização que reúne cerca de 87 clubes e associações culturais de origem libanesa espalhadas pelo país), o Prêmio Líbano Eterno é um reconhecimento oferecido àqueles que prestam relevantes serviços à comunidade libanesa e seus descendentes instalados no Brasil.