Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
14/12/16 às 14h04 - Atualizado em 30/10/18 às 15h16

Pediatria de Sobradinho fez 3 mil atendimentos em novembro

COMPARTILHAR

Unidade atende à população 24h por dia

BRASÍLIA (14/12/16) – O pronto-socorro pediátrico do Hospital Regional de Sobradinho, que funciona 24h por dia, atendeu aproximadamente 3 mil pacientes no mês de novembro. Casos de infecção de vias aéreas, gastroenterites e pneumonias estão entre as principais causas de procura pelo serviço.

Girlene dos Santos, 42 anos, precisou de atendimento para a filha, Laura Martins, 6 anos. A criança estava com sintomas que sugeriam uma gastroenterite. “Sempre que eu venho o atendimento na pediatria é muito rápido e de qualidade. Consulto minha filha neste hospital desde que ela nasceu. Os médicos são muito atenciosos”, relatou a mãe, durante a consulta.

Já Bernardo André Moura, de 2 anos, está internado desde o sábado (10) para tratar uma infecção pulmonar. “Meu filho apresentou um quadro de muito cansaço e os médicos diagnosticaram pneumonia. O atendimento emergencial foi rápido e ele está recebendo todo o tratamento”, relatou a mãe, Leonarda Moura (28), ao elogiar a atenção dispensada pelos profissionais ao filho.

ESTRUTURA – Ao todo, a Unidade de Pediatria funciona com uma equipe composta por 31 pediatras, distribuídos entre pronto-socorro, enfermaria e ambulatório. Há atendimento especializado em áreas como endocrinologia, neurologia, pneumologia e alergia. Além disso, a unidade é considerada hospital escola e conta com residentes para reforçar o serviço.

“A Unidade de Pediatria é de grande importância porque auxilia na formação de novos profissionais. Além disso, nossa equipe que é comprometida e atende moradores de Sobradinho 1 e 2, Fercal, áreas rurais próximas e pacientes do Entorno, como Planaltina de Goiás e Formosa”, ressaltou a chefe da Unidade de Pediatria do Hospital Regional de Sobradinho, Ivana Ribeiro Novaes.

A estrutura física inclui quatro consultórios e 13 leitos no pronto-socorro. Já a enfermaria, que está em reforma e funciona provisoriamente em outra ala no interior do hospital, possui mais 15 leitos. Para ser atendo, é preciso possuir de até 13 anos de idade incompletos.