Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
5/08/13 às 14h54 - Atualizado em 30/10/18 às 15h06

Planaltina usa a arte como terapia na recuperação da autoestima

COMPARTILHAR

Iniciativa do Centro de Referência em Práticas Integrativas em Saúde

Usar a arte como terapia é um dos objetivos do grupo Arte-Sã, que funciona no Centro de Referência em Práticas Integrativas em Saúde de Planaltina (CERPIS). O grupo une os conhecimentos da psicologia às atividades artísticas para as pessoas da comunidade, que procuram o Centro em busca de cura para a depressão, baixa autoestima, ansiedade, estresse e dificuldades de relacionamento.

Como parte da terapia, os integrantes do grupo produzem diversos tipos de artesanato, entre eles, bordados, tapete, cachecol e trabalhos de madeira, que têm como tema amor, verdade e paz, que são explorados por meio de conversas, palestras, exercícios de relaxamento e aulas práticas.

Os trabalhos dos alunos tem como base o que aprenderam.  “Quando vê que é capaz de fazer algo bonito, o aluno leva isso para a vida. Há uma transformação de dentro para fora, que o ajuda a melhorar o convívio social”, afirma a psicóloga do Maria Luísa Costa.

Para Maria Luísa, o objetivo é conduzir a pessoa ao autoconhecimento, e a arte é terapêutica. “O cérebro responde bem à beleza da arte, e as duas agregadas, fortalecem, resgatam e equilibram a autoestima”, diz.

Amizades

Para a aposentada Eutália Riogrande, a terapia tem ajudado muito. “Sofria de depressão porque me sentia muito sozinha, mas no Centro fiz muitas amizades, troco ideias, e descobri meus verdadeiros valores”, diz.

A pensionista Maria Nazaré dos Santos, que cerca de um ano participa do grupo ressalta que aprendeu a desenvolver suas habilidades. “Tenho problemas de saúde e com esse contato com outras pessoas me sinto bem melhor”, comenta.

A aposentada Maria Anita da Silva relata que adora. “Enquanto estou no grupo esqueço as dificuldades que enfrento todos os dias e tiro um tempo para mim. Além de aprender, eu consegui construir verdadeiras amizades”, relata.

O grupo é aberto às pessoas da comunidade e funciona toda segunda-feira, das 8h às 10 horas, no CERPIS de Planaltina.