Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
26/03/20 às 17h34 - Atualizado em 31/03/20 às 18h39

“Pratique Saúde em Casa” leva cuidados com a mente e corpo para as redes sociais

COMPARTILHAR

Ação visa dar continuidade às Práticas Integrativas de Saúde durante o isolamento social

 

Muitos pacientes da rede pública estão acostumados, a uma vez por semana ou mais, participar dos grupos para as Práticas Integrativas de Saúde nas unidades básicas, Centros de Atenção Psicossocial e policlínicas. É um momento de promoção de saúde e de exercitar corpo e mente. Para não parar tudo durante esse período de isolamento, a Secretaria de Saúde está disponibilizando vídeos em suas redes sociais para que os pacientes continuem a cuidar do corpo e da mente, cada um em sua casa.

 

Na ação chamada “Pratique Saúde em Casa”, os vídeos que serão postados na rede têm base em técnicas como meditação, automassagem, tikum – que é uma modalidade de tai chi chuan –  técnica de redução de estresse, massagem em bebês chamada shantala, antroposofia, exercícios físicos, ioga e também práticas mentais, sensoriais, em diversas áreas que possam promover saúde em todos os níveis.

 

“O objetivo é que a população não fique desassistida, desmotivada, e acabe progredindo para adoecimento que são gradativos e silenciosos, como por exemplo a solidão e ansiedade diante dos casos de muitas notícias negativas. São situações que podem motivar diversas outras doenças, desequilíbrios, agitação, nervosismo, impaciência, intolerância”, relaciona o assistente social, Cristian da Cruz Silva.

 

Os materiais de audiovisual terão a orientação de grandes mestres, técnicos e facilitadores com experiência em Práticas Integrativas em Saúde. “É mais um cuidado disponível a toda a população para a saúde física, psíquica, emocional e, até mesmo, social”, completa o servidor.

 

As PIS são metodologias de saúde desenvolvidas tradicionalmente pelo mundo e adotadas pela Organização Mundial de Saúde, pelo Ministério da Saúde e pela Secretaria de Saúde do Distrito Federal.

 

Acompanhe as postagens no Facebook, Twitter, Instagram e Youtube.

 

 

Josiane Canterle, da Agência Saúde