Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
29/11/17 às 16h20 - Atualizado em 30/10/18 às 15h18

Profissionais da Região Sudoeste são capacitados em automassagem

COMPARTILHAR

Objetivo é ensinar e divulgar a prática em unidades de saúde de Taguatinga, Samambaia e Recanto das Emas

BRASÍLIA (29/11/17) – Vinte oito profissionais da Região de Saúde Sudoeste – que engloba Taguatinga, Samambaia e Recanto das Emas – concluíram nesta terça-feira (29) a Capacitação em Automassagem. Com duração de um mês, o curso foi promovido pela Gerência de Práticas Integrativas em Saúde (Gerpis) da Secretaria de Saúde e pela Coordenação das Práticas Integrativas em Saúde da Região Sudoeste. Ao todo foram 56 horas divididas em aulas teóricas, práticas e atividades de dispersão.

A automassagem é uma das práticas integrativas ofertada pela secretaria com a finalidade de manter ou restabelecer a saúde, por meio do equilíbrio da circulação sanguínea e de energia por todas as partes do corpo. Segundo Patrícia Falcão, referência técnica distrital em automassagem da Gerpis, a prática busca estimular os meios naturais de prevenção de doenças e recuperação de saúde. “É uma prática que permite ao paciente uma visão maior do processo saúde-doença e da promoção do autocuidado”, afirma.

Como parte das atividades, o grupo de alunos promoveu um momento de automassagem com os pacientes da Unidade de Oncologia do Hospital Regional de Taguatinga. Pacientes, familiares e profissionais puderam aprender um pouco como se livrar do estresse diário e aliviar as próprias tensões.

A automassagem é uma prática da medicina tradicional chinesa que utiliza os pontos do corpo humano empregados pela acupuntura para desenvolver a saúde física e mental. Auxilia na manutenção da saúde, no alívio de dores, no relaxamento muscular e no tratamento de enfermidades como sinusite, rinite, dores de cabeça, alergias, entre outras. Além disso, alivia problemas emocionais, como insônia, ansiedade e estresse. 

A prática inclui, ainda, exercícios físicos e mentais como treinamento de flexibilidade, de respiração e de serenidade. Não há necessidade de ter uma doença ou um desequilíbrio para realizar a automassagem, já que ela ajuda a manter e preservar a saúde física e emocional.