Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
17/07/13 às 18h11 - Atualizado em 30/10/18 às 15h06

Programa de Atenção ao Idoso do Paranoá oferece oficinas à comunidade

COMPARTILHAR

Objetivo é auxiliar famílias a lidar com a perda de memória

O Programa de Atenção à Saúde do Idoso do Paranoá encerrou nessa segunda-feira (08) a primeira turma de oficinas para idosos e cuidadores do Projeto Geraneuro, que tem o objetivo de auxiliar idosos e familiares a lidarem com a perda de memória.

A neuropsicóloga Elza Maestro, idealizadora do projeto, afirma que a perda de memória em pessoas da terceira idade é um transtorno cada vez mais diagnosticado. “Com os estímulos precoces e adequados, o idoso e a família podem enfrentar esse problema sem maior perda de funcionalidade, resultando numa melhor qualidade de vida”, declara.

Segundo Viviane Pertele, coordenadora do Programa de Atenção ao Idoso no Paranoá, após a avaliação positiva da experiência, o que começou como projeto está sendo incluído como serviço permanente. “Enquanto os idosos estão participando das oficinas, são realizadas palestras para os cuidadores e familiares”, relata.

Nas oficinas, realizadas uma vez por semana, são abordados temas específicos do cuidado ao idoso, além de ser uma oportunidade para trocar experiências e apoio psicológico. O serviço conta ainda com dois enfermeiros e uma psicóloga da SES/DF, uma psicóloga e uma assistente social que atuam de forma voluntária.

Nelson dos Santos, 78 anos, acaba de concluir a primeira turma de oficinas. “Foi muito bom, todos os profissionais tratam a gente com muito carinho e respeito, estou me sentindo muito bem”, comemora. Os pacientes que necessitarem desse serviço deverão ser encaminhados ao serviço de gerontologia do HRPa.

Jaqueline Chaves

Leia também...