Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/01/12 às 16h16 - Atualizado em 30/10/18 às 14h57

Residentes de Sobradinho aprovados em exame nacional

COMPARTILHAR

Pelo segundo ano consecutivo, médicos residentes da Unidade de Ortopedia da Regional de Saúde de Sobradinho conseguem aprovação no exame nacional, que é promovido anualmente pela Sociedade Brasileira de Ortopedia (SBOT), em Campinas, São Paulo, para acadêmicos de Medicina que cursam o último ano na especialidade.  Os quatro residentes do HRS, André da Costa Veloso, Bruno do Nascimento Ohashi, Claudio Aurélio Nogueira dos Santos e José de Arimathéa Fleury Brandão, após a complementação dos estudos de especialização deverão atuar na Regional. 

Os residentes concorreram com 980 candidatos de todo o país, na primeira fase (prova de títulos) e na segunda, prova escrita e prática, com 680 candidatos. Os novos habilitados receberam o título de Especialistas em Ortopedia nos dias 13 e 14 de janeiro.

A Sociedade Brasileira de Ortopedia é das mais conceituadas entidades na área e o exame nacional é visto como um dos mais abrangentes de todas as especialidades médicas no Brasil. Além da exigência e do conhecimento apurado, as várias etapas do exame envolvem ainda habilidades cirúrgicas e trabalho científico de alto nível, apresentado pelos candidatos e que passa por detalhada avaliação acadêmica. 

A médica Joana D’Arc da Silva, Diretora Geral de Saúde do HRS ao tomar conhecimento do fato, 00011534comentou: “É um verdadeiro ‘ISO’ (selo que define qualidade de uma empresa) para nossa Regional. São frutos do esforço, do bom funcionamento dos serviços e do nível de ensino que oferecemos aos nossos residentes”. São 53 residentes de diferentes áreas e os internos da Faculdade de Saúde do DF, num total 533 acadêmicos, anualmente, divididos por etapas de acordo com o período e semestres cursados por cada um.

00011535O coordenador dos residentes da Unidade de Ortopedia do HRS, médico Ricardo Stival Fontoura, especialista em Ortopedia e Traumatologia fez sua residência médica em Sobradinho, em 1993.  Sobre os índices de aprovação, 100% que os alunos alcançaram em 2011 e agora, no corrente ano, ele afirma: “Esse bom resultado faz parte de um trabalho contínuo na formação do ensino e no tratamento de qualidade dispensado aos nossos usuários”.   

Antônio Caetano – SES/DF

Fotos: Sergio Pascoal – SES/DF