Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
29/04/14 às 16h36 - Atualizado em 30/10/18 às 15h11

São Sebastião reforça ação de combate à dengue

COMPARTILHAR

Órgãos governamentais e o Exército juntos na luta contra o mosquito transmissor

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES/DF) em parceria com outros órgãos governamentais e o Exército realiza até esta quarta-feira (30), a partir das 8h da manhã, ações de promoção à saúde e prevenção à dengue em São Sebastião. A iniciativa teve início no dia 22, com a visita dos agentes de Vigilância Ambiental (AVA) e dos agentes Comunitários de Saúde (ACS) às residências, com o objetivo de orientar os moradores sobre as medidas de combate à doença e identificar os focos do mosquito transmissor Aedes aegypti.

De janeiro a abril de 2014, a SES/DF contabilizou 3.842 casos confirmados de dengue e no mesmo período de 2013, foram registrados 6.017. Em comparação com o ano anterior, houve uma queda de 36,15%. A Região Administrativa de São Sebastião, contabiliza 192 casos confirmados, nos primeiros quatro meses de 2014, enquanto que na mesma época do ano passado, ocorreram 182.

As ações de prevenção à dengue em Brasília ocorrem de forma contínua nas regiões administrativas. Em São Sebastião, atuam 100 soldados do Exército que se aliaram aos ACS e aos AVA na luta contra a doença. A iniciativa conta ainda com fumacê, limpeza e desentupimento de esgotos, além do recolhimento de lixo e entulho.

O coordenador-geral de Saúde de São Sebastião, Roberto Cortes, comenta que além do governo, o papel da sociedade no combate ao mosquito é vital. “Devemos reconhecer a importância do envolvimento de todos na conscientização da comunidade em descartar o lixo de forma adequada e não acumular recipientes que possam servir como criadouros”, afirma. Segundo Roberto, as ações em São Sebastião serão rotineiras. “Em conjunto com a sociedade vamos declarar uma verdadeira guerra contra o mosquito da dengue”, declara.

Os órgãos locais que participam da iniciativa são o Serviço de Limpeza Urbana (SLU), a Administração Regional de São Sebastião, a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) e o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF).

Por Patrícia Kavamoto, da Agência Saúde DF

Leia também...