Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/02/15 às 10h27 - Atualizado em 30/10/18 às 15h11

Saúde iniciará nova ação de combate à dengue no DF

COMPARTILHAR

Semana de Prevenção será executada uma vez ao mês para eliminar larvas e mosquito transmissor

BRASÍLIA (23/2/15) – Diversas cidades do Distrito Federal receberão, a partir desta semana, agentes da Secretaria de Saúde que entrarão nas residências para identificar e eliminar larvas e focos do mosquito transmissor da dengue e da febre Chikungunya. A medida – confirmada para ocorrer em Planaltina, Santa Maria, Brazlândia, Sobradinho II e Gama – faz parte da Semana de Prevenção que acontecerá na terceira semana de cada mês, até junho.

De acordo com o técnico da Assessoria de Mobilização Institucional e Social para Prevenção à Dengue, Ailton Domício, o objetivo é reduzir o número de casos das doenças. Para isso, os agentes farão a vistoria com o uso de larvicida e nebulizadores costais para espalhar inseticida no ar, eliminando o mosquito adulto.

“Nosso objetivo é entrar, vistoria e eliminar situações de risco. Queremos, de fato, impactar na redução de casos”, destacou Ailton Domício, ao explicar que as atividades de mobilização serão encerradas em junho porque, nessa data, há redução dos casos?. Em setembro, ?elas ?serão retomadas?,? já que as chuvas começam novamente em outubro.

Segundo ele, as famílias também serão conscientizadas sobre “Família nota 10 não hospeda o Aedes Aegypti”, fazendo alusão a 10 minutos que podem ser usados para uma vistoria feita pelos próprios moradores em suas residências.

Os agentes passarão em áreas pré-determinadas, as quais foram definidas pelos critérios epidemiológicos, ou seja, as que apresentaram maior índice de infestação. “É importante que o morador receba bem os agentes, abram suas portas, ouçam e executem as orientações para evitar a proliferação dos mosquitos”, disse Ailton Domício.

“Embora seja uma doença clássica, existe um percentual de pessoas que são acometidas pela dengue que tem o seu quadro de saúde evoluído para a forma grave, que pode matar”, complementou o técnico, ao destacar que, em 2014, 53 pessoas evoluíram para o quadro grave e 27 morreram.

A força-tarefa montada para atuar nessas regiões é formada por agentes de ?V?igilância ?A?mbiental em ?S?aúde e por 40 bombeiros. A coordenação política fica a cargo da vice-governadoria?,? e a operacional, da Secretaria de Saúde.

Na próxima segunda-feira, o GDF promove um encontro com prefeitos das regiões do entorno para somar no combate ao mosquito da dengue.

DADOS – Segundo os registros da Subsecretaria de Vigilância à Saúde da SES, até 9 de fevereiro, foram confirmados 236 casos de dengue no DF, porém, várias ações de combate são promovidas.

Só em Planaltina, onde houve alto índice de infestação, de 9 ao 12 deste mês, após passar por capacitação, os agentes vistoriaram 3940 imóveis e trataram 1555, onde foram encontrados larvas ou reservatórios com água acumulada onde os mosquitos poderiam se reproduzir.

Confira a programação que terá o acréscimo das demais cidades nos próximos dias:

Sobradinho
23 a 28/02 – inspeção de imóveis por Agentes de Vigilância Ambiental em Saúde (AVAS) e Agentes Comunitários de Saúde (ACS)
Local: Setor de Mansões

Santa Maria
23/02 – Sensibilização dos Agentes Comunitários de Saúde para a inspeção do imóveis
24/02 – Reunião com lideranças religiosas para mobilização social no Auditório do HRSM – 9h
25/02 – Ação de inspeção de imóveis na QR 418, por Agentes de Vigência à Saúde e Agentes Comunitários de Saúde – 8h
26/02 – Ação de sensibilização de alunos do Centro Educacional 418 (a confirmar) – 9h
27/08 – Reunião com lideranças comunitárias para mobilização social no Auditório do HRSM – 9h