Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
14/07/16 às 19h25 - Atualizado em 30/10/18 às 15h15

Saúde oferecerá testes rápidos de hepatite na Feira do Guará

COMPARTILHAR

Ação faz parte das comemorações ao Dia Mundial do Combate às Hepatites Virais

BRASÍLIA (14/7/16) – Nesta sexta-feira (15), uma série de atividades serão promovidas na Feira do Guará para conscientizar a população sobre as hepatites virais. Além de orientações e distribuição de panfletos, quem passar pelo local poderá fazer testes rápidos para identificar os tipos B e C da doença. A equipe de saúde também viabilizará o teste rápido de HIV para interessados.

A programação faz parte das comemorações do Julho Amarelo, que celebra o Dia Mundial do Combate às Hepatites Virais, em 28 de julho. “A ação é importante para chamar a atenção da sociedade para uma doença que causa mais óbitos do que os vírus que as pessoas se preocupam mais, como o do HIV. O vírus da hepatite resiste fora de um organismo vivo até sete dias e pode infectar”, disse a coordenadora de Doenças Sexualmente Transmissíveis/ Aids/ Hepatites Virais do Guará, Madalena Ramalho.

De acordo com o Ministério da Saúde, por ano, 350 mil a 700 mil pessoas morrem no mundo em função apenas da Hepatite C, sendo 3 mil apenas no Brasil. Segundo a Secretaria de Saúde, no Distrito Federal, a estimativa é de que 15 mil a 20 mil pessoas tenham contraído a doença.

A campanha tem o mote “Hepatites – Fique Sabendo”, com alerta para quem nasceu entre 1945 e 1985. O alerta foi lançado após a constatação de que pessoas nascidas entre esses anos têm cinco vezes mais riscos de estarem contaminadas. Neste período, era comum o uso de seringas de vidro e transfusões de sangue não testados para a hepatite C.

Além disso, de acordo com a campanha, “1 em cada 30 brasileiros está com o vírus da hepatite, não apresenta sintomas e não sabe disso”.

A ação é realizada em parceria com a Sociedade Brasileira de Infectologia, Sociedade de Infectologia do DF, Secretaria de Saúde do DF e ONG Candangos da Esperança.

DOENÇAS – O Ministério da Saúde alerta que as hepatites podem ser causadas por vírus, uso de alguns remédios, álcool e outras drogas, além de doenças autoimunes, metabólicas e genéticas. A pessoa infectada pode apresentar cansaço, febre, mal-estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras. Porém, a doença é silenciosa e nem sempre apresenta sintomas.

No Brasil, as hepatites virais mais comuns são as causadas pelos vírus A, B e C. Existem, ainda, os vírus D e E. Os danos mais graves podem ser cirrose e câncer. Confira abaixo quais são as formas de contágio:

– Fecal-oral: condições precárias de saneamento básico e água, de higiene pessoal e dos alimentos (vírus A e E);
– Transmissão sanguínea: praticou sexo desprotegido, compartilhou seringas, agulhas, lâminas de barbear, alicates de unha e outros objetos que furam ou cortam (vírus B,C e D);
– Transmissão sanguínea: da mãe para o filho durante a gravidez, o parto e a amamentação (vírus B,C e D)

PROGRAMAÇÃO

Serviço 'Julho Amarelo' – BRASÍLIA – DF

• 15 de julho
Teste rápido para Hepatite B e C e divulgação da luta contra as hepatites virais.
Horário: 9h às 13h
Local: Feira do Guará-Brasília – Endereço: Área Espacial Cave – Guará II, Brasília – DF

• 28 de julho
Teste rápido para Hepatite B e C e divulgação da luta contra as hepatites virais.
Horário: 8h às 13h.
Local: Planaltina do DF

• 29 e 30 de julho
Teste rápido para Hepatite B e C e divulgação da luta contra as hepatites virais.
Horário: Das 10 às 18 horas
Local: Granja do Torto-Brasília – Moto Capital (2ª maior encontro de moto clubes da América Latina)

Leia também...