Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
26/03/13 às 17h37 - Atualizado em 30/10/18 às 14h58

Saúde monta estrutura de atendimento na Via Sacra de Planaltina

COMPARTILHAR

200 mil pessoas são esperadas no Morro da Capelinha

A Secretaria de Saúde vai montar três tendas no Morro da Capelinha para atender a população durante a Via-Sacra de Planaltina. A encenação da Paixão de Cristo deverá reunir cerca de 200 mil pessoas, além dos 600 atores, a partir das 15h de sexta-feira, 29. O serviço de saúde envolve equipes da coordenação de Saúde de Planaltina, Samu, Corpo de Bombeiro e Cruz Vermelha.

De acordo com a diretora de Assistência as Urgências e Emergências da SES, Marinice Cabral Moraes, as tendas serão montadas ao longo do percurso – uma no pé do morro, outra na metade do trajeto e uma terceira na praça do calvário. As duas primeiras barracas medem 100 metros quadrados, enquanto a terceira, de 300, funcionará de forma integrada com o Corpo de Bombeiros e a Cruz Vermelha.

A equipe da SES terá 38 profissionais de saúde – seis médicos, seis enfermeiros, 21 técnicos de enfermagem e cinco motoristas – no Morro da Capelinha durante a encenação da próxima sexta-feira. Quatro ambulâncias do Samu estarão disponíveis no local.

As intercorrências registradas nos anos anteriores envolveram principalmente pessoas do público. A maioria apresentava problemas como desmaio, crise hipertensiva e hipoglicemia. Mas houve ainda muita procura por parte dos integrantes da encenação. “Como a apresentação é longa e envolve centenas de pessoas, muitos acabam passando mal”, informa a diretora de Urgência e Emergência.

A encenação está prevista para terminar às 21h. O evento, que ocorre desde 1973, tem como característica encenar a morte e ressurreição de Cristo apenas com atores da comunidade local. O espetáculo faz parte do calendário cultural do DF.

Celi Gomes