Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
13/07/17 às 19h06 - Atualizado em 30/10/18 às 15h17

Saúde promove capacitação para implantar Classificação de Funcionalidade

COMPARTILHAR

Iniciativa permite identificar níveis de independência funcional de pacientes

BRASÍLIA (13/7/17) – A Secretaria de Saúde implantará a Classificação Internacional de Funcionalidade. A ferramenta consiste em uma tabela de códigos, semelhante à da Classificação Internacional de Doenças (CID), para determinar o nível de independência funcional do paciente relacionado a itens como fala, audição, mobilidade, entre outros.

Para isso, iniciou nesta quinta-feira (13), no auditório da secretaria, uma capacitação com 60 servidores da rede, entre fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais e fonoaudiólogos.
O curso – que termina nesta sexta-feira (14) – terá 16 horas de duração. É promovido pela Gerência de Saúde Funcional (Gesf) da Secretaria de Saúde, em parceria com Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 11ª Região (Crefito).

“O objetivo é capacitar os profissionais para fazer a avaliação dos pacientes e estabelecer o fluxo de triagem para o atendimento na atenção primária, secundária e terciária, de acordo com a limitação analisada”, explicou a coordenadora de Fisioterapia da Gesf, Aline Helou.

Com a metodologia será possível acompanhar o tratamento do paciente, já que os códigos mudam de acordo com a sua evolução. A reabilitação é recomendada para pacientes com problemas ortopédicos, sequelas de AVC, alteração de fala e cognitiva, traumatismo craniano, bem como deficientes físicos, auditivos e visuais, entre outros.

“Em 30 dias, os participantes do curso apresentarão um projeto de intervenção que será implantado de forma piloto em uma região que ainda será escolhida”, disse a coordenadora, ao ressaltar que a ideia é implantar o projeto em toda a rede posteriormente.

Confira aqui as fotos.