Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
12/12/16 às 16h40 - Atualizado em 30/10/18 às 15h16

Secretaria de Saúde inicia reabastecimento de antibióticos

COMPARTILHAR

Com esta aquisição, todos os itens do estoque serão repostos

BRASÍLIA (12/12/16) – A Secretaria de Saúde do Distrito Federal garantirá o abastecimento de 100% dos antibióticos padronizados na rede pública de saúde. A ação será possível graças ao pregão que resultou na aquisição de 16 itens, dos quais sete estavam com estoque zerado. A ata de registro de preços foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal desta segunda-feira (12).

A subsecretária de Administração Geral (Suag), Marúcia Miranda, explica que os medicamentos devem estar disponíveis até 30 dias após a assinatura dos empenhos pelas empresas vencedoras, o que deve ocorrer ainda este mês. Porém, a pasta pretende pedir antecipação da entrega.

“Pela primeira vez, vamos conseguir abastecer a rede com todos os antibióticos padronizados pela Secretaria de Saúde. Estamos trabalhando com previsão para não faltar. Com isso, seis meses antes de vencer a validade dos processos, vamos iniciar novo processo de compra, evitando o desabastecimento e aquisições emergenciais”, informou. Ao todo, a rede possui 80 antibióticos padronizados.

ECONOMIA – O último pregão previa a compra de 24 itens no valor estimado de R$ 17.790.579,59. Do total, obtiveram sucesso 16 medicamentos que somavam o valor inicial de R$13.210.928,21. Após o lance das empresas interessadas, o quantitativo caiu para R$12.409.833,20, o que resultou na economia de R$801.095 mil. “Nós vamos realizar um novo pregão para contemplar os oito itens que não foram adquiridos, mas que há estoques na rede”, observou a subsecretária, ao reforçar a antecipação da pasta para evitar o desabastecimento.