Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/12/16 às 15h51 - Atualizado em 30/10/18 às 15h16

Secretaria de Saúde lança Programa Profissional Voluntário

COMPARTILHAR

Objetivo é reunir colaboradores com formação para contribuir com ações nas unidades de saúde

BRASÍLIA (9/12/16) – Formadas na mesma área, as irmãs e assistentes sociais, Isabel Souza, 59 anos, e Fátima Squácio (62) estão entre os primeiros 137 candidatos cadastrados para participar do Programa Profissional Voluntário. Lançado nesta sexta-feira (9) pela Secretaria de Saúde do Distrito Federal, o projeto pretende reunir profissionais que possam colaborar no atendimento à população na rede pública de saúde.

“Fiquei sabendo do projeto pela internet, pelo Portal do Voluntariado. Para mim, essa é uma oportunidade de ajudar as pessoas. Vejo nos centros e postos de saúde a necessidade de assistentes sociais. Podemos atuar construindo redes de atendimento no governo para os pacientes”, disse a irmã mais nova, Isabel. “Acredito que juntas podemos contribuir muito em alguma unidade de saúde”, afirmou Fátima.

A lista de inscritos já inclui também profissionais da área de medicina, enfermagem, nutrição, psicologia, biomedicina, engenharia alimentar, farmácia, biologia, bioquímica e radioterapia. A ação foi regulamentada pela Portaria-SES nº 261, publicada em 11 de novembro. O documento autoriza e organiza a realização do trabalho voluntário profissional na rede de saúde de Brasília.

“A portaria valoriza o voluntariado profissional. Esperamos que vocês dediquem o tempo que puderem aos nossos pacientes e que se sintam realizados com isso. Vamos ganhar muito com o trabalho de vocês, que é extremamente importante para reforçar nossos serviços”, disse o secretário de Saúde, Humberto Fonseca.

Ginecologista e obstetra oncológica, Zali Neves trabalhou na Secretaria de Saúde por 30 anos. Aposentada desde 2009, a médica também fará parte da rede de voluntários para oferecer, além de apoio, seu serviço especializado.

“Eu já atuo como voluntária no Hospital de Apoio. Com essa portaria, vou poder ajudar profissionalmente como médica voluntária. Meu objetivo é criar um ambulatório de cuidados paliativos no Hospital da Asa Norte para tratar a dor e os sintomas de pacientes com câncer, como já ocorre no Hospital de Base”, disse, ao anunciar que já tem a parceria de uma outra servidora aposentada que tem interesse no projeto.

ACOLHIMENTO – Hoje também foi iniciada a capacitação dos voluntários cadastrados. Para atuar na rede, eles deverão ser supervisionados por servidores de suas respectivas áreas. Além disso, 22 servidores inscritos serão multiplicadores do programa em seus respectivos locais de trabalho. Com isso, o voluntariado profissional deve começar, em breve, em pelo menos 20 unidades.

“A capacitação, sobretudo, é para criar esse sentimento de parceria, porque os voluntários já detêm a parte do conhecimento técnico obtida na sua formação”, explicou o gerente do Voluntariado da Secretaria de Saúde, Cristian Cruz da Silva.

Os profissionais irão desenvolver procedimentos relacionados às suas respectivas áreas e terão a responsabilidade registrar as informações dos atendimentos no sistema eletrônico da pasta, por intermédio de prontuários eletrônico. A carga horária será estipulada pelo próprio voluntário, de acordo com a sua disponibilidade.

COMO SE CANDIDATAR – Essa foi a primeira capacitação do Programa Voluntariado Profissional. Interessados podem ficar atentos ao site para acompanhar as próximas ações. Ao se cadastrar, o candidato deve preencher uma ficha contendo informações sobre sua formação e receberá um e-mail para indicar as áreas físicas e projetos de seu interesse. É necessário estar formado e possuir registro profissional e no respectivo conselho de classe.