Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/02/15 às 16h53 - Atualizado em 30/10/18 às 15h11

Secretaria de Saúde suspende afastamentos de servidores

COMPARTILHAR

Objetivo é amenizar situação de emergência da Saúde Pública do DF

BRASÍLIA (2/2/15) – Servidores da Secretaria de Saúde que necessitarem de licenças sem vencimentos para tratamento de interesse particular e afastamentos para curso de Pós-Graduação Stricto Sensu terão seus pedidos indeferidos a partir desta segunda-feira (2).

A decisão atende a uma publicação do Diário Oficial do Distrito Federal de hoje, e representa, na prática, mais uma das medidas adotadas pelos gestores da pasta para reforçar o atendimento à população durante os 180 dias desta situação de emergência.

OUTRAS AÇÕES – Nos primeiros dias deste ano a Secretaria de Saúde criou um Gabinete de Situação, grupo responsável por fazer levantamentos e auditorias que identificaram áreas críticas. Essa análise, feita em profundidade, permitiu aos gestores o conhecimento da estrutura e, consequentemente, levou à decretação da situação de emergência.

Em janeiro, em uma tentativa de reverter o desabastecimento, foram disponibilizados R$ 10 milhões para compras pontuais de medicamentos e insumos pelos hospitais regionais, além do pagamento de alguns contratos. No mesmo mês, R$ 12,1 milhões foram investidos em mais medicamentos para fortalecer a rede