Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
6/03/15 às 20h44 - Atualizado em 30/10/18 às 15h11

Servidoras da Saúde são homenageadas pelo Dia Internacional da Mulher

COMPARTILHAR

Secretaria promoverá diversas ações durante o mês de maço

BRASÍLIA (6/3/15) – Em alusão ao Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março, a Gerência de Educação em Saúde da Secretaria de Saúde promoveu, na tarde desta sexta-feira (6), evento em homenagem às mulheres servidoras da pasta no edifício sede. Além de um lanche oferecido a elas, também teve palestra sobre educação financeira oferecida pelo BRB, com o professor Manoel Macedo.

“Este é um momento importante para nos dirigirmos a esse segmento tão importante na vida das pessoas e que a cada dia mostra sua força de trabalho, de superação em momentos que poucos homens conseguiriam ter”, destacou o secretário adjunto de Saúde, José Rubens Iglésias. Durante o evento houve sorteio de brindes às servidoras.

PÚBLICO EXTERNO – Além do evento na sede Secretaria de Saúde, uma série de atividades para as mulheres usuárias da rede pública de saúde do DF também está agendada durante todo o mês.

Em Samambaia, a Clínica da Família nº 2, na QS 122, realizará, das 8h às 12h deste sábado (6), exames de prevenção de câncer uterino (papanicolau). Haverá, ainda, aferição de pressão arterial e glicemia, além de contar com atendimento do médico da família e também odontológico, com aplicação de flúor e distribuição de kit's. Não é necessário agendamento prévio e qualquer mulher pode participar.

No próximo dia 13, é o Centro de Saúde Brasília (CSB) 14, no Cruzeiro Velho, que promove uma tarde com bazar, música, automassagem e acupuntura, entre 14h e 18h para todas as mulheres que forem à unidade de saúde.

MARÇO LILÁS – É também neste mês de março que a Secretaria de Saúde aproveita para alertas as mulheres sobre a importância da prevenção ao câncer do colo de útero. Durante a campanha conhecida como Março Lilás, cartazes informativos convocando as mulheres para que façam a citopatologia foram afixados nos centros de saúde.

Também será feito um trabalho de qualificação profissional à respeito do assunto com médicos e enfermeiros da atenção básica. Os encontros serão nas próximas três quintas-feiras do mês de março.

NEPAV – O Núcleo de Estudos e Programas na Atenção e Vigilância em Violência (Nepav) também está com programação para o mês das mulheres. “Estamos promovendo rodas de conversas em algumas salas de espera nas regionais para que as mulheres se conscientizem em relação à violência e digam não a situações de violência”, diz a coordenadora do núcleo, Lucy Mary Cavalcante Stoher.

Segundo a coordenadora do núcleo, a roda de conversa é importante porque coloca as mulheres para falar sobre suas realidades. “Quando uma escuta a outra sobre o que vivenciaram, seja quando criança, adolescente ou na fase adulta, a sensibiliza e a encoraja a denunciar”, destaca Lucy Stoher.

Somente em 2014 foram registradas 1.369 notificações de violências contra mulheres na rede de saúde pública. O Nepav tem como principal atribuição o atendimento às pessoas em situação de violência. O Programa de Pesquisa, Assistência e Vigilância à Violência está distribuído nas regionais.

As Unidades de Saúde do DF estão prontas para acolher, identificar, atender, diagnosticar, orientar e dar os devidos encaminhamentos quando detectar mulheres em situação de violência física, sexual, psicológica, patrimonial e moral. Nas situações de violência sexual procure imediatamente a emergência de um hospital. A vítima será acolhida e receberá o Kit profilaxia que previne contra as DSTS, HIV e HEPATITE B, além de receber a contracepção de emergência.