Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/10/17 às 17h24 - Atualizado em 30/10/18 às 15h18

Trabalho da Saúde na penitenciária feminina será exposto no HRSM

COMPARTILHAR

Programação inclui apresentação de vídeo e mesas-redondas

BRASÍLIA (27/10/17) – O Hospital Regional de Santa Maria recebe, na terça-feira (31), a I Mostra de Trabalho em Saúde da Penitenciária Feminina do Distrito Federal e da Ala de Tratamento Psiquiátrico. A exposição pretende tornar conhecidas as ações e serviços desenvolvidos pelas equipes de saúde que ali atuam no que se refere à assistência das internas reclusas e dos pacientes psiquiátricos.

Cerca de 100 pessoas já confirmaram presença. Ainda restam 20 vagas. Para se inscrever clique aqui

A penitenciária e a Ala de Tratamento Psiquiátrico contam com equipe nos moldes do Sistema Único de Saúde, todos servidores da Secretaria de Saúde, composta por médicos, cirurgiões-dentistas, farmacêutico, assistentes sociais, psicólogos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e técnicos em saúde bucal, além do atendimento de uma pediatra a cada 15 dias. Aproximadamente 600 mulheres em privação de liberdade são atendidas, entre elas, gestantes, puérperas e crianças até os seis meses.

Segundo a gerente de Serviços de Atenção Primária à Saúde 3 de Santa Maria, Afra Chaves, os trabalhos envolvem prevenção de doenças e redução de danos, aprendizagem, participação, integração, comportamento e transformação social. “Também oportuniza que os profissionais envolvidos em todos os processos possam mostrar suas experiências com enfoque interdisciplinar e multidisciplinar, entre outros”, complementa.

Durante a mostra, que acontece durante todo o dia 31, haverá a apresentação de um vídeo institucional, feito a partir da anuência da direção do presídio, mostrando a atuação dos profissionais dos respectivos núcleos de Saúde. Posteriormente, serão exibidos banners com o conteúdo, proposta de trabalho, metodologia utilizada, objetivos alcançados e demais dados referentes ao trabalho realizado pelo núcleos.

“Como parte do objetivo da mostra é discutir futuras ações e especificidades referentes ao atendimento de mulheres encarceradas e pacientes psiquiátricos, serão realizadas mesas-redondas com parceiros da rede e membros da comunidade acadêmica convidados para colaborarem com a discussão sobre a criação de novas formas interventivas no contexto da saúde prisional para pessoas em privação de liberdade e em cumprimento de medida de segurança”, destaca Afra Chaves.

CRONOGRAMA
I Mostra de trabalho em saúde da Penitenciária Feminina do Distrito Federal e da Ala de Tratamento Psiquiátrico
Dia: 31 de outubro
• 8h – 8:30h – Recepção e mostra de banners;
• 8:30h – 8:50h – Boas-vindas: mesa composta por autoridades da Saúde e por representantes do NUS e ATP;
• 8:50h – 9:30h – Apresentação da PFDF;
• 9:30 – 10:10H – Apresentação da ATP;
• 10:10h – 10:30h – Lanche;
• 10:30h – 12:00 – Mesa-redonda: “Loucura não se prende”;
• 12:00h – 13:30h – Almoço;
• 13:30h – 15:00h – Mesa-redonda: “A invisibilidade de ser mulher no sistema prisional: subjetividade, crime e encarceramento feminino”;
• 15:00h – 15:20h – Lanche;
• 15:20h – 16:50h – Mesa-redonda: “Além das grades: aspectos sociais das mulheres presas, seus filhos e familiares”;
• 16:50h – 17:30h – Considerações finais e encerramento;