Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
17/10/13 às 21h01 - Atualizado em 30/10/18 às 15h08

UTI Pediátrica e Neonatal do Hospital Regional de Santa Maria estão funcionando normalmente

COMPARTILHAR

A área fechada foi apenas a enfermaria. A emergência continua com o atendimento

As Unidades de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica e Neonatal do Hospital Regional de Santa Maria continuam funcionando normalmente, apesar do fechamento da enfermaria da pediatria.

A UTI Neonatal tem 18 bebês internados enquanto a UTI Pediátrica está com 21 crianças. Além disso, a emergência da pediatria continua funcionando.

A decisão de fechar a enfermaria da pediatria foi tomada após a constatação de que a demanda estava muito superior ao número de médicos pediatras. Os casos que necessitarem de internação serão encaminhados para unidades de referência, como o Hospital Materno-Infantil (HMIB), Hospital Regional da Asa Norte (HRAN), Hospital Regional de Taguatinga (HRT) e Hospital Regional da Ceilândia (HRC).

“Embora o atendimento de urgência pediátrica continue sendo realizado, não temos médicos para manter a internação nesse hospital”, explica o secretário-adjunto, Elias Fernando Miziara.

De acordo com o secretário, a área de internação pediátrica no DF tem diminuído nos últimos anos. “O número de internados também. Temos leitos de pediatria disponíveis em outros hospitais da rede. Adotamos a melhor das soluções para preservar o bem-estar da população pediátrica”, afirma o secretário.

A escassez de pediatras no mercado de trabalho não ocorre apenas no DF, mas em âmbito nacional. “Faltam pediatras no Brasil e sobram vagas de residência nessa especialidade, por não haver mais candidatos”, comenta.

A SES/DF tem feito esforços para contratar esses profissionais de saúde com salários atrativos. Atualmente a rede conta com 682 pediatras efetivos e 187 temporários. “Esta é uma crise nacional, por isso o Governo Federal decidiu implantar o Programa Mais Médicos e como medida local, abriremos concurso para pediatras em 2014”, complementa o secretário.

Larissa Gomes