Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
17/03/17 às 20h00 - Atualizado em 30/10/18 às 15h16

Voluntariado Profissional amplia vagas de Arquitetura, Engenharia e Urbanismo

COMPARTILHAR

Oportunidades saltaram de 50 para 70 vagas

BRASÍLIA (17/3/17) – A Secretaria de Saúde do Distrito Federal ampliou de 50 para 70 o número de vagas ofertadas na nova turma do Programa de Voluntariado Profissional e Social na área de Arquitetura, Engenharia, Urbanismo e especialidades afins. A mudança se deu devido à grande procura de profissionais interessados em participar da ação.

Desta forma, com o objetivo de possibilitar a adesão de mais pessoas no projeto, em até 60 dias uma nova turma será disponibilizada para atuar no âmbito da rede pública de saúde da capital nas mesmas áreas do primeiro grupo, mas com ênfase na especialidade de Engenharia Clínica.

Segundo o gerente de voluntariado da pasta, Cristian Silva, cerca de 35 pessoas já estão com a documentação completa e prontas para começar a atuar. A previsão é que, a partir do dia 22 de março, esses profissionais já estejam prestando serviço.

“Num primeiro momento, estes voluntários irão atuar na Subsecretaria de Infraestrutura [Sinfra] para, posteriormente, serem remanejados para as demais unidades da rede conforme a necessidade demandada pela pasta”, esclarece o gestor.

A capacitação e acolhimento desta nova turma aconteceu nesta quarta-feira (15). As especialidades mais procuradas foram arquitetura e engenharia civil.

OBJETIVO – O principal foco da atuação dos voluntários profissionais e sociais da área de Arquitetura, Engenharia, Urbanismo será contribuir na reforma de 14 Unidades Básicas de Saúde, além de também auxiliar na ampliação de outras três.

As áreas beneficiadas por estas ações serão: Guará II, Riacho Fundo I, Santa Maria, Brazlândia, Ceilândia, Samambaia, Recanto das Emas, Sobradinho, Paranoá, Itapoã Planaltina e Águas Claras.

Cristian explica que, “na próxima semana, já começará a ser montado o cronograma das visitas técnicas a serem realizadas pelos supervisores da turma de voluntariado junto com os profissionais”.

Além disso, os voluntários irão prestar serviço junto à área técnica com as demandas e processos referentes ao gerenciamento de equipamentos: médicos hospitalares, de infraestruturas, entre outras.