Duvidas Frequentes sobre vacinação contra a covid-19

Ministério da Saúde

Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) – Perguntas e Respostas

Distrito Federal

A vacinação contra a covid-19 começou no Distrito Federal no dia 19 de janeiro de 2021. Várias dúvidas surgem em torno dessa campanha e a Secretaria de Saúde irá esclarecê-las abaixo:
 

1- Por que temos reação quando tomamos vacina?

As vacinas estimulam o nosso sistema imunológico a produzir uma defesa específica contra aquela doença; o que pode provocar algumas reações pontuais. As reações adversas mais comuns associadas a todas essas vacinas estão relacionadas à dor local.

Os casos leves, como vermelhidão, dor no local da aplicação e febre podem ser cuidados e orientados nos postos de saúde.

Os casos mais complicados, que incluem alergia grave aos componentes da vacina devem ser levados para a unidade de saúde mais próxima. As bases do Samu estão preparadas para oferecer apoio a todos os pontos de vacinação.


2- Devo tomar a segunda dose da vacina mesmo tendo tido reação à primeira dose?

Se você tiver uma reação à primeira dose deverá procurar um serviço de saúde para obter informações e pedir uma investigação do seu caso. Em todos os locais de vacinação há um responsável técnico. 


3- Quem teve covid-19, poderá tomar a vacina?

Sim, desde que passados 30 dias após o desaparecimento dos sintomas ou, no caso de assintomáticos, do exame que confirmou a contaminação. No momento da vacinação a pessoa não poderá estar doente ou com quadro febril.


4- O que levar no dia da vacinação?

Seu cartão de vacinas, número do cartão do SUS, RG, CPF e, para trabalhadores de saúde, um documento que comprove o seu vínculo com uma profissão de saúde ou com um estabelecimento de saúde. Caso não tenha cartão de vacina, compareça ao local e a equipe tentará identificar seu histórico vacinal por meio dos sistemas de registro e você receberá um novo cartão.


5- A vacina oferecida pelo SUS é gratuita?

A vacina oferecida pelo SUS é gratuita, assim como todas as outras oferecidas pelo calendário de vacinação. Denuncie qualquer tentativa de comercialização de vacina nas unidades públicas de saúde. Use o telefone 162 para manifestar sua denúncia, elogio ou manifestação.

 

6- As vacinas passaram por testes antes de serem aplicadas?

Sim. Para ser aprovada a vacina precisa passar por três rigorosas etapas de investigação: a primeira e a segunda delas são realizadas em ambientes de pesquisa, como os laboratórios.

A terceira é dividida em três etapas e é chamada de ensaio clínico, onde a pesquisa ocorre em voluntários, que são monitorados quanto a eficácia da vacina em prevenir complicações graves e mortes pelas diversas doenças. Somente após a conclusão de testes em milhares de pessoas, com resultados de eficácia superiores a 50%, os laboratórios podem solicitar registro junto à Anvisa para a distribuição das vacinas.

 

7- Devo esperar quanto tempo para tomar outras vacinas?

As vacinas contra a covid-19, seja de primeira dose, segunda dose ou os reforços, podem ser aplicadas juntamente com outros imunizantes da chamada vacinação de rotina. Assim, cada cidadão tem a chance de atualizar o cartão de vacina em uma única ida à unidade de saúde. 

 

8- Você sabe quantas vacinas são oferecidas pelo SUS nas unidades básicas de saúde?

Atualmente são oferecidos 19 tipos diferentes de vacinas nas unidades básicas de saúde. Sempre que for a qualquer rotina ou campanha de vacinação, leve o seu cartão, ele é uma boa forma de conhecer como está a sua saúde.